Uso Anafórico ou Catafórico do Pronome Demonstrativo


pronomes
Já estudamos o emprego dos pronomes demonstrativos em relação ao espaço. Hoje faremos uma revisão da matéria já estudada e aprofundaremos um pouco mais o assunto. Observe:

  • Emprego quanto ao espaço:
Este é meu lápis. (próximo de quem fala)
Esse é meu lápis. (perto da pessoa com quem se fala)
Aquele é meu lápis. ( distante dos dois)

Até então, não há muita dificuldade no emprego deste pronome, por isso , a partir de agora, veremos outras ocorrências importantes para concursos:


  • Emprego quanto ao tempo:


Jamais esquecerei este dia.
(indica tempo presente).



Em Agosto, fui à Bahia; jamais esquecerei esse momento.
(indica tempo passado ou futuro relativamente próximo)



Em Janeiro, voltamos de Londres; jamais esqueceremos aquele momento.
(passado longíquo)



  • Em relação à fala ou à escrita:
As matérias com maior incidência em Concurso Público são estas: concordância e pontuação.
(referência a termos não citados anteriormente: catáfora)

Concordância e pontuação: essas são as matérias com maior incidência em Concurso Público.
(referência a termos já citados: anáfora)

Atenção:


1. Os pronomes demonstrativos ainda podem ser usados na função distributiva, observe:


Concordância e pontuação: esta me traz dificuldade; aquela, eu já domino.


Esta se refere à pontuação (termo mais próximo); aquela se refere à concordância (termo mais distante)

2. Há, também, a possibilidade do pronome demonstrativo referir-se a três elementos:


Crase, pontuação e concordância. Esta é difícil, essa é fácil e aquela é dificílima.

Esta se refere ao último termo da enumeração (concordância);
Essa se refere ao termo medial da enumeração (pontuação);
Aquela se refere ao primeiro termo da enumeração (crase)


Veja uma questão bastante parecida retirada da prova do TRT:

(TRT) No período: “Luísa e Maria estudaram na Europa: esta em Paris, aquela em Roma”, entende-se que:


a) Luísa estudou em Roma.
b) Maria estudou em Roma.
c) Luísa estudou em Paris.
d) Luísa e Maria estudaram em Roma.
e) Luísa e Maria estudaram em Paris.

Qual alternativa você marcaria? Comentem essa questão logo abaixo.

Até já,

Eliane Vieira




13 Comentários:

pestibulando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pestibulando disse...

a) Luísa estudou em Roma.:-/

Anônimo disse...

Bom dia professora Eliana,
Gostaria que você tirasse algumas dúvidas minha nas seguintes questões:
PROVA TÉCNICO JUDICIÁRIO PI - FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS.

5. ... cujo campo de atuação é bastante amplo ... (1o parágrafo)
O pronome grifado acima substitui corretamente, no texto,
a expressão:
(A) do Código de Defesa do Consumidor.
(B) do Direito brasileiro.
(C) de paradigma do mercado de consumo.
(D) das relações de consumo.
(E) de um documento normativo inovador.


6. ... ao constatar que a sociedade brasileira conta com
mecanismos jurídicos adequados para a defesa de seus
direitos. (3o parágrafo)
A oração grifada acima denota no período noção de
(A) restrição.
(B) condição.
(C) consequência.
(D) finalidade.
(E) temporalidade.

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) atingiu sua
maioridade plena em março de 2009 ... (início do texto)
O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o
grifado acima está na frase:
(A) ... serviu de inspiração para muitos países na
construção de suas leis.
(B) ... que tanto os consumidores quanto as empresas
estão mais conscientes e seletivos ...
(C) ... que a sociedade brasileira conta com mecanismos
jurídicos adequados ...
(D) ... para aprimorar seu canal de comunicação com a
clientela.
(E) ... pois ele é fonte de sustentabilidade para a
sobrevivência de qualquer fornecedor.

Pois bem professora, são estas questões.
Eu não consigo entender o que elas pedem e o que significa cda uma, poderia mais uma vez me ajudar? Ficarei imensamente grato.

Sidney

Prof. Eliane Vieira disse...

Boa pestibulando, o gabarito é a letra A!
Abraço!

Prof. Eliane Vieira disse...

Sidney, a questão 5 cobra remissão anafórica do pronome relativo "cujo". Leia esta aula, talvez ela pode te ajudar.
A 6, acho que o termo grifado é " para a defesa de seus direitos", portanto denota finalidade. Trata-se de um adjunto adverbial de finalidade.

a outra questão (sem número) cobra transitividade verbal: o verbo atingir é transitivo direto, logo você precisa procurar nas opções qual o verbo transitivo direto, creio ser correta a letra D
Abraço!

Anônimo disse...

Olá professora,
A questão 6 é a opção E segundo o gabarito ou seja:Temporalidade estranho né ?

Grato

Sidney

Prof. Eliane Vieira disse...

Sidney, também achei estranho. Qual o termo que está grifado?:|

Anônimo disse...

Olá professora,
O termo grifado é CONSTATAR.
Grato e aguardo seus comentários.

Sidney

Anônimo disse...

Este questão aqui professora, chatinha de resolver, rsrs

4. ... quem tem poder aquisitivo para comprar água mineral
precisa FAZÊ-LO por uma questão de segurança. (último
parágrafo)
O segmento grifado evita a repetição, no contexto, de:
(A) ter poder aquisitivo.
(B) consumir água da torneira.
(C) comprar água mineral.
(D) evitar doenças decorrentes de água não potável.
(E) reconhecer as regiões onde a água é imprópria.

Please

Sidney

Anônimo disse...

Boa tarde professora,

Estou com uma dúvida quanto a uma questão de concurso, se vc puder me ajudar:

Em uma das passagens abaixo NÃO se verifica a ocorrência de conector em função anafórica. Indique-a

a- Respondi-lhe que já tinha lido a receita em qualquer parte.
b- Eu aguardava com uma ansiedade medonha esta cheia de que tanto se falava.
c- Um dia entrei num desses esconderijos subterrâneos em cuja entrada eles às vezes semeiam víboras.
d- Entrava-se de barco pelo corredor da velha casa de cômodos onde eu morava.
e- A noitinha em que nos encontramos e em que eu colhi ramos de mura foi seguido do jantar, a que ela compareceu.

Eu entendo o termo "esta" da letra B é uma catáfora e não uma anáfora, estou certa?
Entretanto, no gabarito consta como certa a letra A. Só que o "lhe" não faz função de anáfora nesta frase?

Obrigada,

Evelyn

Prof. Eliane Vieira disse...

Evelyn, a questão é, basicamente, sobre pronome relativo, que também tem função anafórica, e conjunção integrante. A única opção que o conector é uma conjunção integrante é a letra A mesmo, Respondi-lhe isso. Esse "que' introduz uma oração subordinada substantiva objetiva direta! :D

Tiago Dias disse...

resposta A

Juliana T. Fuchs disse...

Olá, Sidney!

Quanto à questão 6, o gabarito indicou como correta a opção E (temporalidade) porque a questão pede que se indique a noção expressa na ORAÇÃO grifada (cujo verbo principal é “constatar”). A oração inteira (“ao constatar que a sociedade brasileira conta com mecanismos jurídicos adequados para a defesa de seus direitos”) indica noção de temporalidade, tratando-se de uma oração subordinada adverbial temporal reduzida de infinitivo.

Esse tipo de oração costuma ocorrer em exemplos como os seguintes:

- “Ao entrar no quarto, deparou-se com alguém estranho”;
- “Ele ficou surpreso ao constatar seu nome na lista”.

Para ter certeza de que há a noção de temporalidade, basta tentar substituir a partícula “ao” por “quando” (“Quando entrou no quarto...”, “... quando constatou seu nome na lista”).

Quanto à questão 4, a alternativa correta é a C, pois o pronome “lo” retoma a oração “comprar água mineral”. Essa retomada também poderia ser feita por meio do pronome “isso”, por exemplo: “Quem tem poder aquisitivo para comprar água mineral precisa fazer isso por uma questão de segurança”.

Espero ter ajudado!
Juliana

Postar um comentário

1. Serão removidos comentários ofensivos,obscenos, contendo gírias, palavras de calão ou estritamente publicitários.

2. Por favor, identifique-se,não serão mais permitidos comentários anônimos;

3. Use sua conta Google ou Open ID para comentar;

Arquivos do Blog

  ©[Português Concurso] - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo