26 dezembro 2017

INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS - Nível Intermediário

[CPCON - 2017 - UEPB - Auxiliar Administrativo] 




INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS            
Nível Intermediário


A inserção do jovem no mercado de trabalho
(Simone Eduardo O. da Silva)

Sabemos que o jovem almeja sua inserção no mercado de trabalho, porém, muita das vezes isso não é uma tarefa fácil. Ainclusão no âmbito profissional proporciona crescimento, aprendizado, autoconfiança e, principalmente, responsabilidade profissional e pessoal.  Essa tarefa, no entanto, raramente é fácil.

Tal período de amadurecimento, o qual representa a transição de uma área de conforto – o ambiente familiar – para o mercado de trabalho, pode gerar insegurança. Afinal, trata-se de uma nova fase que está por vir. Contudo, essa experiência pode ter êxito, caso haja dedicação, força de vontade e, principalmente, continuidade no que diz respeito ao aprendizado educacional, o que fará do jovem um profissional mais qualificado, que busca deter conhecimento, e que sabe nivelar seu equilíbrio emocional para um melhor amadurecimento.

Dentro desse contexto, é fundamental estar atento às oportunidades oferecidas. A Lei nº 10.097/2000, ampliada pelo Decreto Federal nº 5.598/2005, determina que todas as empresas de médio e grande portes contratem um número de aprendizes equivalente a um mínimo de 5% e um máximo de 15% do seu quadro de funcionários cujas funções demandem formação profissional. Uma das exigências dessa Lei é que o jovem esteja devidamente matriculado e frequentando uma instituição de ensino.

19 dezembro 2017

Emprego dos Porquês - Por quê, Porquê, Por que, Porque | Parte 4 de 6



Emprego dos Porquês - Por quê, Porquê, Por que, Porque | Parte 4 de 6


Saber empregar os porquês é de fundamental importância para você que está estudando para concurso. Nesta série de vídeos, vou mostrar a forma mais simples, mais prática e mais objetiva de usar corretamente os porquês. 4. PORQUE: pois, já que, visto que, para que. Não fui à aula __________ estava doente.

11 dezembro 2017

Uso dos Porquês | Por quê, Porquê, Por que, Porque | Parte 3 de 6



Uso dos Porquês | Por quê, Porquê, Por que, Porque 




Saber empregar os porquês é de fundamental importância para você que está estudando para concurso. Nesta série de vídeos, vou mostrar a forma mais simples, mais prática e mais objetiva de usar corretamente os porquês. 3. POR QUE: as palavras "motivo", "razão" estão subentendidas. ________ você não foi à festa? Você sabe muito bem____________ grito assim.

09 dezembro 2017

Uso dos Porquês | Por quê, Porquê, Por que, Porque | Parte 2 de 6


Uso dos Porquês | Por quê, Porquê, Por que, Porque | Parte 2 de 6



Saber empregar os porquês é de fundamental importância para você que está estudando para concurso. Nesta série de vídeos, vou mostrar a forma mais simples, mais prática e mais objetiva de usar corretamente os porquês.


VERBOS - Questões Com Gabarito


VERBOS                                                                                                        
LOCUÇÃO VERBAL
FLEXÃO VERBAL DE TEMPO





VERBOS -  Questões Com Gabarito


QUESTÃO 01. 

“Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia.” 

O trecho acima apresenta
  
  a) quatro verbos.
  b) um verbo.
  c) dois verbos.
  d) três verbos.


QUESTÃO 02.  O uso excessivo e desnecessário do gerúndio é considerado vício de linguagem. Esse vício prejudica a objetividade e a clareza da comunicação.  Para que haja adequação à norma padrão da língua é possível substituir algumas formas de gerúndio por: 

  a) Verbos no futuro do subjuntivo.
  b) Verbos no presente do indicativo. 
  c) Verbos no pretérito perfeito do indicativo.
  d) Verbos no indicativo. 
  e) Verbos no pretérito imperfeito do indicativo.

08 dezembro 2017

Questões de Pontuação



[Questões de Pontuação]  

Questão 01. A pontuação está correta em:

  a)  O áspero comentário, que se refere à notícia de que os parlamentares cancelaram seu encontro com o papa, foi realizado por uma pessoa descontente com o tratamento dado à saúde pública que assim se pronunciou:
 – Tem de cancelar mesmo! deem as verbas para as santas casas e hospitais públicos, nada de fazer média à custa de quem não tem como tratar da saúde, devido a hospitais sem leitos, sem médicos. 

  b)  O áspero comentário que se refere à notícia, de que os parlamentares cancelaram seu encontro com o papa, foi realizado por uma pessoa descontente, com o tratamento dado à saúde pública. Tem de cancelar mesmo, deem as verbas para as santas casas e hospitais públicos. Nada de fazer média à custa de quem não tem como tratar da saúde, devido a hospitais sem leitos, sem médicos. 
  c)  O áspero comentário, que se refere à notícia de que os parlamentares, cancelaram seu encontro com o papa, foi realizado por uma pessoa descontente, com o tratamento dado à saúde pública:
 – Tem de cancelar mesmo, deem as verbas para as santas casas e hospitais públicos. Nada de fazer média à custa de quem não tem, como tratar da saúde; devido a hospitais sem leitos, sem médicos. 

05 dezembro 2017

Por quê, Porquê, Por que, Porque [ Aula 1 de 6]

Uso dos Porquês - Por quê, Porquê, Por que, Porque - Aula 1 de 6

Saber empregar os porquês é de fundamental importância para você que está estudando para concurso. Nesta série de vídeos, vou mostrar a forma mais simples, mais prática e mais objetiva de usar corretamente os porquês.


28 novembro 2017

Concordância Verbal e Concordância Nominal




Concordância Verbal e Concordância Nominal

Concordância é um assunto extremamente cobrado em qualquer prova de concurso público de qualquer banca organizadora (Cespe, ESAF, Cesgranrio, IBFC, Vunesp, FCC, etc.) No vídeo de hoje, vou mostrar o que você deve fazer para começar a acertar mais questões tanto de concordância Nominal quanto Concordância Verbal. Vamos analisar passo a passo todas as alternativas de uma questão de Concordância da Fundação Carlos Chagas.

30 outubro 2017

Semana da Crase | Questões Comentadas FCC


Saber resolver de forma objetiva as questões de Português é a melhor forma de você conseguir conquistar a sua aprovação.
Se você estudar alguns tópicos fundamentais da matéria e se tiver uma estratégia bem definida para resolver as questões, você consegue aumentar (e muito) seu desempenho nas provas de Português da FCC tanto de nível médio quanto de nível superior.
No vídeo de hoje, vou comentar uma Questão de Português da banca Fundação Carlos Chagas sobre Crase (Acento Grave).

26 outubro 2017

[Crase] Semana da Crase | Questões Comentadas




Semana da Crase | Questões Comentadas 


Saber resolver de forma objetiva as questões de Português é a melhor forma de você conseguir conquistar a sua aprovação.


Se você estudar alguns tópicos fundamentais da matéria e se tiver uma estratégia bem definida para resolver as questões, você consegue aumentar (e muito) seu desempenho nas provas de Português da Cesgranrio tanto de nível médio quanto de nível superior.
No vídeo de hoje, vou comentar uma Questão de Português da banca Cesgranrio sobre Crase (Acento Grave).


04 outubro 2017

Questões Comentadas Português Cespe | Semântica e Análise Sintática |

Questões Comentadas Português Cespe | Semântica e Análise Sintática 


Saber resolver de forma objetiva as questões de Português é a melhor forma de você conseguir conquistar a sua aprovação. Se você estudar alguns tópicos fundamentais da matéria e se tiver uma estratégia bem definida para resolver as questões, você consegue aumentar (e muito) seu desempenho nas provas de Português do Cespe (Cebraspe) tanto de nível médio quanto de nível superior.


27 setembro 2017

Adjetivo - Questões com Gabarito


Adjetivo 
Questões para Praticar com Gabarito 

TEXTO 1

Diz a lenda que, na Bahia, em meados da década de 60 do século passado, havia um menino que, além de muito levado, era também muito mentiroso, e que, certo dia, após aprontar muito na sala de aula, foi colocado de castigo no porão da escola por sua professora.
Depois de certo tempo, o menino começou a gritar desesperadamente que havia uma cobra com ele, mas, como ele era muito mentiroso, ninguém levou a sério. Dizem que seria uma enorme sucuri, que devorou o garoto depois de matá-lo por esmagamento; há versões que dizem até que, quando a professora entrou no porão, ainda pôde ver o pé do menino desaparecendo na boca da cobra.
A partir dessa trágica data, o fantasma do menino passou a assombrar os porões de diversas escolas.