21 abril 2022

Perca ou Perda? Qual é a Diferença?

 Perca ou Perda? Como Usar Corretamente essas duas Palavras?

O certo é perda de tempo ou perca de tempo?

Se você fica confuso na hora de escrever as palavras perca ou perda?

No vídeo de hoje, vou te mostrar uma forma muito fácil de diferenciar perda e perca e quando usar cada uma delas.




📚 PORTUGUÊS do ZERO ao AVANÇADO: 





20 abril 2022

Quando Usar a Crase?

 Crase é a fusão de duas vogais iguais. Contudo, muitas pessoas confundem o uso da Crase e sentem dificuldade nas regras de crase.


Na aula de hoje, vou te ensinar o jeito mais fácil de usar a crase e mostrar os 6 casos mais comuns em que você deve empregar a crase.

 

 📚 APRENDA PORTUGUÊS De Uma Vez por Todas: 





20 maio 2020

Enem | Português - Interpretação de Textos

Enem |  Português - Interpretação de Textos

 

Questão 01.

O processo de leitura da informação vinda do companheiro e do adversário é fundamental nos esportes coletivos. O participante de modalidades com essas características deverá, a todo momento, ler e interpretar as informações gestuais de seu companheiro e adversário que, por outra via, também é portador de informações. Estas deverão ser claras e legíveis para seu companheiro e totalmente obscuras para o adversário. Na interpretação praxiológica, seria aquele jogador que consegue ler as informações do adversário e posicionar-se da melhor forma possível, antecipando-se a seus adversários e ocupando os melhores espaços.

 RIBAS, J. F. M. Praxiologia motriz: construção de um novo olhar dos esportes e jogos na escola. Motriz, n. 2, 2005 (adaptado).

 

De acordo com a ideia de processamento de informação nas modalidades esportivas coletivas, para ser bem-sucedido em suas ações no jogo, o jogador deve

 

A identificar as informações produzidas por todos os jogadores, posicionando-se de forma fixa no espaço de jogo.

B refletir sobre as informações fornecidas por todos os jogadores e executar os gestos técnicos com precisão no jogo.

C analisar as informações dos adversários e, com base nelas, realizar individualmente suas ações, com o fim de tirar vantagem tática.

D fornecer informações precisas para os adversários e interpretar as dos companheiros, para facilitar sua tomada de decisão.

E interpretar informações de companheiros e adversários, agindo objetivamente com os primeiros e imprecisamente com os adversários. 

 

19 maio 2020

Português para Concursos | Concurso Cespe - Questões



Português para Concursos | Concurso Cespe - Questões comentadas

Saber resolver de forma objetiva as questões de Português é a melhor forma de você conseguir conquistar a sua aprovação. Se você estudar alguns tópicos fundamentais da matéria e se tiver uma estratégia bem definida para resolver as questões, você consegue aumentar (e muito) seu desempenho nas provas de Português tanto de nível médio quanto de nível superior.
No vídeo de hoje, vou comentar uma Questão de Português do Cespe (Cebraspe) Sobre Coerência Textual. 

25 março 2020

PROCRASTINAÇÃO | 05 Formas Práticas para Combatê-la



COMO ACABAR COM A PROCRASTINAÇÃO ?


A procrastinação é o ato de adiar as tarefas sem qualquer razão específica. Ela é uma barreira que te impede de se levantar, agir e viver a vida que você sempre sonhou. Hoje, vamos aprender 5 formas práticas de acabar com a procrastinação.


20 janeiro 2020

Português para Concursos - Cespe | Questões Com Gabarito


Português para Concursos  
Questões  Cespe 
Questões Com Gabarito 
Concurso TJ 


Banca Cespe - Questões Com Gabarito 














Questão 01.  O vocábulo “que” (ℓ.29) poderia ser substituído por o qual, sem alteração dos sentidos
e da correção gramatical do texto.

08 janeiro 2020

Concurso IBFC | Português para Concurso - Questões com Gabarito


Concurso IBFC | Português para Concurso  - Questões com Gabarito


Prova IBFC 2019 

Emdec - Assistente Administrativo Jr




TEXTO I
Há algum tempo, o software para hospital tinha uma única função principal, a gestão do negócio. O que se via eram módulos de faturamento, contas a pagar e receber, cálculo de folha e tarefas administrativas sendo geridas através dele. O corpo clínico e os computadores, portanto, viviam em mundos diferentes dentro da mesma instituição.
        Como muito da prática médica é sobre coletar e analisar informações, a Tecnologia da Informação passou a ter um papel crítico também na assistência à saúde. O surgimento de softwares especializados para o corpo clínico criou a necessidade de um novo olhar sobre os provedores de saúde no que diz respeito à tecnologia, agora onipresente na organização.
        Os benefícios da informatização na assistência à saúde são inúmeros e o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) é uma ferramenta tecnológica crucial para extrair plenamente esses benefícios. Além de centralizador da informação dos pacientes, ele se tornou um aliado do médico na prática diária. Hoje, esses sistemas geralmente são equipados com ferramentas de apoio a decisão clínica, que indicam possíveis interações medicamentosas e até auxiliam no diagnóstico através de referências de casos similares. Sem contar no acesso fácil a resultados de exames e imagens, evitando, inclusive, solicitações desnecessárias.
          Assim, o que antes estava amontoado no Serviço de Arquivo Médico e Estatística (SAME) em pastas e papeis embolorados, agora é largamente disponível de forma informatizada. Essa aproximação do corpo clínico e da TI é irreversível e muito proveitosa para todo o sistema de saúde, o que, no final das contas, significa melhoria nos cuidados dos seres humanos.

Questão 01. 
De acordo com o texto, assinale a alternativa correta.

07 janeiro 2020

INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS | Nível Intermediário [ Questões com Gabarito]






INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS            

Nível Intermediário


Atenção:  As questões de números 1 a 3 baseiam-se no texto apresentado abaixo.

Texto I

Como declaração de princípios que é, a Declaração Uni-

versal dos Direitos Humanos não cria obrigações legais aos

Estados, salvo se as respectivas Constituições estabelecem
que os direitos fundamentais e as liberdades nelas reconhe-
cidos serão interpretados de acordo com a Declaração. Todos
sabemos, porém, que esse reconhecimento formal pode acabar
por ser desvirtuado ou mesmo denegado na ação política, na
gestão econômica e na realidade social. A Declaração Universal
é geralmente considerada pelos poderes econômicos e pelos
poderes políticos, mesmo quando presumem de democráticos,
como um documento cuja importância não vai muito além do
grau de boa consciência que lhes proporcione.

Nesses cinquenta anos não parece que os governos
tenham feito pelos direitos humanos tudo aquilo a que, moral-
mente, quando não por força da lei, estavam obrigados. As
injustiças multiplicam-se no mundo, as desigualdades agravam-
se, a ignorância cresce, a miséria alastra. A mesma esquizofrê-
nica humanidade que é capaz de enviar instrumentos a um
planeta para estudar a composição das suas rochas assiste
indiferente à morte de milhões de pessoas pela fome. Chega-se
mais facilmente a Marte neste tempo do que ao nosso próprio
semelhante.

Alguém não anda a cumprir o seu dever. Não andam a
cumpri-lo os governos, seja porque não sabem, seja porque não
podem, seja porque não querem. Ou porque não lho permitem
os que efetivamente governam, as empresas multinacionais e
pluricontinentais cujo poder, absolutamente não democrático,
reduziu a uma casca sem conteúdo o que ainda restava de ideal
de democracia. Mas também não estão a cumprir o seu dever
os cidadãos que somos. Foi-nos proposta uma Declaração
Universal dos Direitos Humanos e com isso julgamos ter tudo,
sem repararmos que nenhuns direitos poderão subsistir sem a
simetria dos deveres que lhes correspondem, o primeiro dos
quais será exigir que esses direitos sejam não só reconhecidos,
mas também respeitados e satisfeitos. Não é de esperar que os
governos façam nos próximos cinquenta anos o que não fize-
ram nestes que comemoramos. Tomemos, então, nós, cidadãos
comuns, a palavra e a iniciativa. Com a mesma veemência e a
mesma força com que reivindicamos os nossos direitos, reivindi-
quemos também o dever dos nossos deveres. Talvez o mundo
possa começar a tornar-se um pouco melhor.


(Trecho do discurso de José Saramago no banquete de encerramento da entrega do Prêmio Nobel, em 10 de dezembro de 1998. Transcrição segundo as normas brasileiras de ortografia.)

Questão01. 

No texto, o autor

Direito Administrativo - Questões de Concurso




Questão 01

Texto I 

Muitos  são  os  conceitos  encontrados  nos  autores modernos de direito administrativo. Alguns levam em conta apenas  as  atividades  administrativas em  si mesmas;  outros preferem dar relevo aos fins desejados pelo Estado. Em nosso entender,  porém,  o  direito  administrativo,  com  a  evolução que  o  vem  impulsionando  contemporaneamente,  há  de focar‐se  em  dois  tipos  fundamentais  de  relações  jurídicas: uma,  de  caráter  interno,  que  existe  entre  as  pessoas administrativas e entre os órgãos que as compõem; outra, de caráter externo, que se forma entre o Estado e a coletividade em geral. 

José dos Santos Carvalho Filho. Manual de direito administrativo.  

32.ª ed., atual. e ampl. São Paulo: Atlas, 2018 (com adaptações).


Tendo o texto acima apenas como referência inicial, julgue o item a respeito do direito administrativo.


03 janeiro 2020

Os 7 Erros de Português mais Cometidos



Os 7 erros de Português mais Cometidos
Português Essencial - Você tem dúvida?


1. Ela Estava Meio Cansada. 

2. Ele veio por que queria falar com a Joana. 

3. Já fazem mais de três anos que ele fugiu.  

4. Vamos se ver amanhã.  

5. Ela descobriu a verdade, mais não quis acreditar.

6. Eles tem oito filhos!  

7. É proibido a entrada de animais.


26 dezembro 2019

QUESTÕES COMENTADAS FCC | VOZ PASSIVA


QUESTÕES COMENTADAS FCC | VOZ PASSIVA #63

Saber resolver de forma objetiva as questões de Português é a melhor forma de você conseguir conquistar a sua aprovação. Se você estudar alguns tópicos fundamentais da matéria e se tiver uma estratégia bem definida para resolver as questões, você consegue aumentar (e muito) seu desempenho nas provas de Português tanto de nível médio quanto de nível superior. Na videoaula de hoje, vou comentar uma Questão de Português da FCC (Fundação Carlos Chagas) Sobre Voz Passiva (transposição das vozes verbais).



25 junho 2019

QUESTÕES COMENTADAS FCC | TEMPOS e MODOS VERBAIS

Saber resolver de forma objetiva as questões de Português é a melhor forma de você conseguir conquistar a sua aprovação. Se você estudar alguns tópicos fundamentais da matéria e se tiver uma estratégia bem definida para resolver as questões, você consegue aumentar (e muito) seu desempenho nas provas de Português tanto de nível médio quanto de nível superior. No vídeo de hoje, vou comentar uma Questão de Português da FCC Sobre Tempos e Modos Verbais.